Tagged: saúde

Tenho 25 anos e desde criança meus pais sempre me falaram para não ficar na frente da TV por muito tempo que era muito prejudicial as vistas. Hoje em dia passamos mais horas ainda na frente do computador (muitos o dia todo). E é fato que isso não é nada saudável, pois ficar horas na frente do PC pode contribuir para problemas na coluna, sedentarismo e uma forte tendência a perder horas da sua vida olhando tirinhas de facebook. Mas e a visão?

Realmente computadores prejudicam as vistas?

computar prejudica visão

Há uma parte verdadeira nessa história… Bom, dizer que você vai precisar de usar óculos, ou ficar meio cego não é verdade, eu não uso óculos e fico muito tempo usando as tecnologias oferecidas pela modernidade também. Porém o que realmente ocorre é que a claridade não faz bem aos olhos, quando há exposição prolongada já que normalmente piscamos menos e ficamos as vezes muito próximos das telas. Pode então ocorrer alguns sintomas temporários como: Olhos vermelhos (irritação) e lacrimejantes, sensibilidade à luz e ardência.

Felizmente esses sintomas são passageiros e provavelmente vocês os conhece como eu. Então vou deixar algumas dicas básicas e simples que combatem os desconfortos nas vistas:

Use colírio: Quando você perceber que as vistas estão secas, se tiver um colírio próximo de você, dê uma lubrificada, dá uma boa sensação de alívio, vai por mim.

Mantenha distância: Mantenha computadores, TVs etc a uma certa distância de você.

Pisque: A irritação e vermelhidão dos olhos é provocada porque piscamos 5 vezes menos na frente das telas. (Não dá pra ficar pensando em piscar né, então procure olhar para os lados).

Descanse alguns minutos: Aproveitando a dica de cima, levante-se as vezes no trabalho, em casa, onde estiver, vá ao banheiro, converse com alguém, evite ficar horas parado igual um robô.

Diminua o brilho e contraste: Isso também ajuda, com um brilho muito alto com certeza você não vai nem conseguir ler o primeiro paragráfo desse post sem se cansar.

Bom é isso aí pessoal, trouxe esse esclarecimento devido ao questionamento de alguns amigos. Espero ter ajudado. Se gostou compartilhe no link abaixo. Até a próxima.


Bookmark e Compartilhe

A gordura trans é um tipo de gordura formada por um processo industrial que transforma óleos vegetais líquidos em gordura sólida à temperatura ambiente. Gordura hidrogenada não é o mesmo que gordura trans, mas sim um tipo específico de gordura trans produzida na indústria. Há ocorrência de gordura trans em carnes e leites, mas em pequenas quantidades. Essa gordura, estranha ao nosso organismo (não é natural dele) é adicionada a diversos alimentos para aumentar seu tempo de prateleira, sabor, textura e crocância. Tudo isso porque ela apresenta características que lhe conferem estabilidade.

gorduras-trans2

Onde a gordura trans se encontra?

Está presente em diversos alimentos: bolos, biscoitos, salgadinhos fritos e batata chips, chocolates, pipocas de microondas, margarinas, sorvetes, sanduíches (Big Mac), etc.

Problemas que esse tipo de gordura pode causar

Proibida na Dinamarca e na Suíça, seu consumo excessivo ocasiona aumento do colesterol ruim (LDL) e diminuição do bom (HDL), que como conseqüência pode levar à obesidade, dificuldade na passagem do sangue pelas artérias devido ao acumulo de gordura, diabetes, facilidade de contrair inflamações, câncer de mama, etc. E não há estudos/evidências que mostrem benefícios pelo consumo de gorduras trans.

Dá para evitar seu consumo?

gordura_trans“A gordura trans não é sintetizada pelo organismo e, por isso, não deveria ser consumida nunca. Mas, como isso é quase impossível, o Ministério da Saúde determinou que é aceitável consumir até 2g da gordura por dia, o que equivale a quatro biscoitos recheados. Mesmo tendo isso em mente, um dos grandes problemas para o consumidor é conseguir perceber com clareza quanta gordura trans existe em cada alimento. “A Anvisa determinou que, quando uma porção do alimento possuir até 0,2% da gordura, o rótulo pode dizer que o produto não tem gordura trans, o que não é verdade”, explica Samantha Andrade. Ou seja, se a embalagem traz os valores referentes à porção de dois biscoitos e esses contiverem 0,2g de gordura trans, o fabricante pode afirmar que o produto é livre dela. Mas, na verdade, se uma pessoa comer 20 biscoitos terá consumido os 2g da gordura. “Por isso, o melhor jeito do consumidor ter certeza do que está comprando é verificar a lista de ingredientes para checar se não existe gordura vegetal hidrogenada na composição do produto”, ensina a nutricionista.”

Trecho retirado do site: http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/gordura-trans-471120.shtml

Portanto a dica é evitar ao máximo os alimentos industrializados ricos em gorduras trans. Sim, eu sei que eles são os mais deliciosos e irresistíveis, mas vale a pena um esforço para não abusar demais da sua saúde não é mesmo?!


Bookmark e Compartilhe

Malhar em casa com certeza é a melhor opção para quem tem pouco tempo para se exercitar. E traz ótimos benefícios a saúde como se estivesse numa academia.

Muitos podem pensar que a diferença entre malhar na academia e malhar em casa é o fato que na academia você tem incentivo e acompanhamento do professores.

malhar-em-casa

Quem já malhou nessas academias de bairro, sabe que não é bem assim. Eu já malhei em 2 academias próximas a minha casa e resumidamente falando, só queriam mesmo era meu dinheiro. Me passavam uma ficha de exercício no primeiro dia, me davam instruções básicas de cada grupo que tinha que malhar e pronto! Lá estava eu me virando…

Por esse e outros motivos pesquisei e montei minha própria academia residencial como já citei em outras postagens. Não estou dizendo que malhar em casa é melhor que malhar na academia. As duas formas tem suas vantagens e desvantagens e cabe a você enxergar o que é melhor para seus treinos. Aliás esse assunto rende uma outra publicação com certeza. E para não sair do nosso foco vamos as vantagens em malhar no conforto do seu lar doce lar.

8 ótimas vantagens ao malhar em casa!

  1. Tempo: Esse tem que ser o primeiro com certeza da lista. Pelos seguintes motivos: Você terá uma academia aberta 24 horas do seu dia, seu deslocamento para academia está a alguns passos, você não precisa dividir aparelhos e gastar mais do seu precioso tempo.
  2. Dinheiro: Nem preciso falar né, você fará um baixo investimento no inicio em halteres, bancos etc. E te garanto que o investimento inicial para começar  com bons halteres é bem baixo e em poucos meses já vem o lucro de não ter que pagar mensalidade. Um motivo a menos em pensar em desistir quando o dim dim aperta.
  3. Conforto: Em casa temos banheiro limpo, a geladeira cheia de comida e bebida, tudo ao seu alcance que na academia fica mais complicado.
  4. Ambiente: Dividir espaço com outros na academia também pode ser um probleminha. Eu me lembro de ter que escutar cada música horrorosa que pouco me incentivava a fazer os exercícios.
  5. Flexibilidade: Não deu para fazer o aeróbico de manhã e os exercícios com pesos em 40 minutos? Faz 20 minutinhos de corrida e de noite faça exercícios com pesos. Ir para lá e para cá na academia também é complicado.
  6. Higiene: Só você e no máximo familiares irão usar seus equipamentos. Evitando aquela desagradável situação de deitar num aparelho e senti-lo molhado com suor dos outros…rs
  7. Privacidade: Essa geralmente é para mulheres. Usar roupa colada, shortinhos, ficar suada em posições de quatro ou com as pernas abertas pode constranger e atrair olhares. (Mas claro se você for uma piriguete privacidade não é bem uma vantagem…)rs
  8. Reposição: Não deu para ir no sábado? Reponha o treino no domingo. Obviamente numa academia comum há dias e horários que estará fechada.


Bookmark e Compartilhe

bambolê

Ola Pessoal! Como sempre estou com a semana corrida. Mas sempre tem uns minutos para mais uma dica de atividade física. Hoje é sobre o bambolê, brincadeira antiga que muitos brincavam na infância e que hoje já é usado em muitas academias em todo o mundo para ajudar a afinar a cintura e perder gorduras localizadas.

Curiosamente, de onde veio o bambolê?‎

O bambolê foi criado no Egito há três mil anos e era feito com fios secos de parreira. As crianças egípcias imitavam com os bambolês as artistas que dançavam com aros em torno do corpo.

bambolê

O bambolê como conhecemos atualmente, de plástico colorido, surgiu nos Estados Unidos em 1958. Foi uma criação dos norte-americanos Arthur Melin e Richard Knerr, donos de uma fábrica de brinquedos, que trouxeram a idéia da Austrália, onde estudantes de ginástica se divertiam girando aros de bambu na cintura. O brinquedo foi batizado de hula hoop e eles venderam 25 milhões de unidades em apenas quatro meses. No mesmo ano, a fábrica de brinquedos Estrela lançou o hula no Brasil, com o nome tirado do verbo “bambolear” (gingar).

Na Inglaterra, o brinquedo era feito de madeira ou ferro – o que o tornava perigoso – foi até chamado de aro mortal. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Bambol%C3%AA

Dá mesmo para perder peso e afinar a cintura com bambolê?

Bambolear tem sim suas vantagens. Cada exercício físico tem seus benefícios variados se você souber trabalha-los bem é claro.

Benefícios:

O bambolê trabalha toda região abdominal: Ajuda e muito na definição da barriga, um ótimo complemento para as abdominas e exercícios aeróbicos que você já faz.

Um exercício de pouco impacto: Na verdade praticamente nulo, talvez uma solução para quem tem problemas com articulações e atividades mais intensas.

Um ótimo aliado a dança: O bambolê trabalha o gingado e ajuda a soltar a cintura daquela pessoa durona meio robótica que quer aprender a dançar mas não nasceu com o dom para coisa.

Desenvolve coodernação, equilíbrio e concentração: O movimento circular exige deixar a barriga tensionada e que nos concentremos na região abdominal. Algo que exige concentração o tempo todo.

 


Bookmark e Compartilhe

intolerancia-lactose-leite

Introdução (viver bem sem lactose)

É possível viver bem sem lactose, mas não é tarefa fácil, principalmente se você descobre que vai ter que cortar laticínios deliciosos tipo chocolate branco ou aquele suculento queijo derretido.

Não sou intolerante mas convivo com quem é, e por isso resolvi escrever esse post com o intuito de avisar a quem precisa que dá para viver com qualidade sem depender das vaquinhas.

O que é Intolerância à Lactose?

A intolerância a lactose é quando uma pessoas não consegue digerir produtos a base de leite e seus derivados. A impossibilidade de digerir segue pelo fato da incapacidade do nosso organismo produzir uma enzima chamada lactase ou produzi-la numa quantidade insuficiente. Há pessoas que nascem com esse problema e outras que desenvolvem ao longo da vida.

viva bem sem lactose intolerância a lactose

Saiba que o mundo é feito de leite

Sim é um fato que realmente só é percebido quando você tenta evitar o leite. Muitos alimentos que eu nem imaginava tem leite e consequentemente algum teor de lactose.

Você talvez imagine doces, bolos são alimentos que levam leite. Mas provavelmente você não sabe que muitas marcas de salame, salgados (ex:coxinhas e pasteis), chips (ex:batatinha Ruffles) e até capsulas de medicamentos contém lactose.

Na dificuldade de encontrar alimentos perto de casa e passar horas se frustando lendo rotulos nas prateleiras do supermercados na esperança de achar algo para comer, percebi que a industria indeusa o leite em tudo.

Alimentos a base de soja e o preconceito cultural

O Brasil é segundo maior produtor mundial do grão da soja, que é uma alternativa ao leite, mas os brasileiros evitam ela até mesmo com nojo. Como disse convivo com uma pessoa que tem intolerância e acabei gostando de alimentos a base de soja. Muitos são gostosos e mais saudáveis, por conter menos gordura e sei que leite de vaca da um ótimo gosto aos alimentos.

Mas a reação das maioria das pessoas quando falo que belo leite de soja é cara de nojo, sem ao menos experimentar muitos dizem que é ruim. Como se fosse comida de ET’s. Existem de fato um preconceito que contribui ainda mais na falta de interesse das empresas em investir mais em alimentos que substituem o leite de vaca.

Você realmente tem certeza que não é intolerante?

Você sabia que em torno de 70% da população brasileira apresenta algum nível de intolerância à lactose?

Existem muitas pessoas que não sabem que tem o problema. E as vezes ficam anos e anos sem saber. Se perceber algum desconforto, gases, diarréia após ingerir leite, procure um médico para fazer exames adequados.

 Dicas de alimentos e boas sugestões

Para finalizar vou deixar aqui uma pequena lista de alguns sites sobre o assunto, que ajudam muitas pessoas a viver bem sem lactose.

http://www.semlactose.com/

http://www.diariosemlactose.com/

http://www.semglutensemlactose.com/receitas/

http://vivabemsemlactose.blogspot.com.br/


Bookmark e Compartilhe

Olá leitores do blog! Vocês já ouviram falar em alimentos trangênicos? Sabia que diariamente você come alimentos que não são naturais e que a comunidade cientifica tem dúvidas sobre os riscos a saúde humana?

Por essas e outras os alimentos trangênicso se tornaram polêmicos, e cabe a você conhecer essa situação e saber se vai evitá-los ou não. “Sem mais demoras vamo q vamo para explicação:”

alimentos trangênicos

O que são Trangênicos?

Transgênico é a denominação para organismo geneticamente modificado. Isso mesmo, uma mudança no código genético (DNA) no qual não podemos enxergar.

Onde estão?

Nos seres vivos: plantas, animais e micro-organismos.

Para que finalidade se produz um orgânismo trangênico?

São vários os motivos, no caso dos alimentos, para inserir nutrientes e garantir resistência à pragas e agrotóxicos por exemplo. Na área da saúde, temos a produção de insulina por bactérias transgênicas, tornando essa síntese mais rápida e eficiente.

Um transgênico é produzido selecionando o gene responsável pela característica desejada e em seguida faz-se a transferência desse gene para outro organismo alvo. (Por exemplo, selecionando o gene responsável pelo ômega 3, natural de uma planta chamada prímula, e transferindo-o para a soja).

Bom, agora que já sabemos o básico sobre os transgênicos, vamos ao que interessa: talvez você esteja ingerindo alimentos transgênicos diariamente sem saber, e pior ainda, sem saber se isso pode te prejudicar.

Por acaso você conhece esse símbolo?

simbolo_transgenicos

Ele é obrigatório na embalagem de produtos elaborados a partir de transgênicos. Comece a reparar quando for ao supermercado fazer compras… A maioria dos óleos de soja comercializados por aí são produzidos a partir de soja transgênica. Tem também biscoitos da Seven Boys, e os salgadinhos de milho da Elma Chips elaborados a partir de milho transgênico. Sem contar que ainda não consegui encontrar uma ração de cachorro que não seja transgênica!

Pois é, só pelo óleo de soja já deu para perceber que estamos ingerindo alimentos transgênicos diariamente né?! Mas sabe o que é pior? Ainda não se sabe os efeitos da ingestão de transgênicos a longo prazo, nem seus efeitos ao meio ambiente (propagação/contaminação de espécies não transgênicas). Sei lá se isso pode provocar uma mutação na própria soja e fazer com que ela produza toxinas e substâncias maléficas a nós…  Sem contar que, para esses alimentos serem liberados para o consumo, são feitos alguns testes, e na decisão final sempre tem uns 2 cientistas no meio de 10 que são contra a liberação exatamente porque faltam pesquisas mais detalhadas sobre os efeitos de se ingerir transgênicos.

Bom, pra mim isso é o suficiente para ficar desconfiada. Afinal o que mais interessa às indústrias é saber se você está consumindo seus produtos… É por isso mesmo que eu evito comer alimentos transgênicos, e recomendo a adoção dessa prática. É melhor prevenir até que se saiba exatamente dos potenciais riscos. Já ouvi falar em pesquisas feitas com ratos, no qual os que comiam ração transgênica tinham maior incidência de câncer que os demais…

Abaixo uma boa reportagem para complemento sobre o assunto abordado:


Bookmark e Compartilhe

“Pressão alta é sinal de perigo.Este foi o titulo de um folheto que achei sobre hipertensão num posto de saúde aqui perto de casa. E vi que era um bom tema para compartilhar com vocês aqui no blog. Então segue abaixo informações sobre o controle de sua pressão.

sobre hipertensao

O que é hipertensão ou pressão alta:

O coração bombeia sangue para todos os órgãos do corpo, através de tubos chamados artérias. A tensão gerada na parece das artérias é denominada pressão arterial. A hipertensão arterial ou “pressão alta” é a elevação da pressão arterial para números acima dos valores considerados normais (140/90 mhg) ou (14/9), o que pode causar inúmeros problemas.

O que faz mal para sua pressão:

Má alimentação: Ingestão excessiva de sal e gorduras predispõem o aumento da pressão arterial, aumentando o nível de colesterol, que também causa doenças cardíacas.

Obesidade: Pessoas com excesso de peso têm maior probabilidade de desenvolver a hipertensão. Procure saber qual é seu peso normal em relação a sua idade, altura e sexo. Se tiver acima, consulte seu médico sobre um programa de exercícios e dieta saudável.

Diabetes: Quem tem diabetes pode sofrer de hipertensão. Essa combinação aumenta os riscos de doenças cardíacas e renais.

Idade: Quem tem mais de 35 anos deve controlar sempre sua pressão, pois o risco aumenta com a idade.

Raça: Pessoas de raça negra têm mais propensão à pressão alta.

História familiar: Se na sua família há casos de hipertensão, você pode ter tendência ao problema. Comunique a seu médico.

Abuso de álcool: Estudos demonstram que o abuso de álcool pode estar associado à pressão alta. O significado de “abuso” pode diferenciar de pessoa para pessoa, dependendo do peso, hábitos alimentares e hereditariedade. De qualquer maneira, recomenda-se moderação.

Vida sedentária: A falta de exercícios regulares aumenta a probabilidade de excesso de peso, significando um fator de risco para o desenvolvimento da hipertensão.

Cigarro: O hábito de fumar é um fator de risco para a elevação da pressão arterial.

Como controlar sua pressão e ter uma vida saudável, sem riscos:

  • Alimente-se bem. Prefira saladas, legumes, alimentos preparados com pouca gordura e pouco sal.
  • Faça exercícios físicos constantemente. Prefira escadas as invés do elevador, caminhe mais, escolha uma atividade física de sua preferência. Uma caminhada de 30 minutos por dia já reduz o risco de pressão alta.
  • Não fume
  • Minimize o uso de álcool.
  • Mantenha seu peso ideal.
  • A tensão do dia-a-dia também pode elevar sua pressão arterial. Encontre sua maneira de viver com mais qualidade e menos estresse.
  • Controle sua pressão periodicamente. Vá a um médico ou a uma unidade de saúde mais próxima de sua residência. Anote em cartão de controle para ver se não estão ocorrendo alterações.

Fonte: SUS

Abaixo achei essa animação em vídeo para auxiliar no entendimento:


Bookmark e Compartilhe