Tagged: alimentação

A gordura trans é um tipo de gordura formada por um processo industrial que transforma óleos vegetais líquidos em gordura sólida à temperatura ambiente. Gordura hidrogenada não é o mesmo que gordura trans, mas sim um tipo específico de gordura trans produzida na indústria. Há ocorrência de gordura trans em carnes e leites, mas em pequenas quantidades. Essa gordura, estranha ao nosso organismo (não é natural dele) é adicionada a diversos alimentos para aumentar seu tempo de prateleira, sabor, textura e crocância. Tudo isso porque ela apresenta características que lhe conferem estabilidade.

gorduras-trans2

Onde a gordura trans se encontra?

Está presente em diversos alimentos: bolos, biscoitos, salgadinhos fritos e batata chips, chocolates, pipocas de microondas, margarinas, sorvetes, sanduíches (Big Mac), etc.

Problemas que esse tipo de gordura pode causar

Proibida na Dinamarca e na Suíça, seu consumo excessivo ocasiona aumento do colesterol ruim (LDL) e diminuição do bom (HDL), que como conseqüência pode levar à obesidade, dificuldade na passagem do sangue pelas artérias devido ao acumulo de gordura, diabetes, facilidade de contrair inflamações, câncer de mama, etc. E não há estudos/evidências que mostrem benefícios pelo consumo de gorduras trans.

Dá para evitar seu consumo?

gordura_trans“A gordura trans não é sintetizada pelo organismo e, por isso, não deveria ser consumida nunca. Mas, como isso é quase impossível, o Ministério da Saúde determinou que é aceitável consumir até 2g da gordura por dia, o que equivale a quatro biscoitos recheados. Mesmo tendo isso em mente, um dos grandes problemas para o consumidor é conseguir perceber com clareza quanta gordura trans existe em cada alimento. “A Anvisa determinou que, quando uma porção do alimento possuir até 0,2% da gordura, o rótulo pode dizer que o produto não tem gordura trans, o que não é verdade”, explica Samantha Andrade. Ou seja, se a embalagem traz os valores referentes à porção de dois biscoitos e esses contiverem 0,2g de gordura trans, o fabricante pode afirmar que o produto é livre dela. Mas, na verdade, se uma pessoa comer 20 biscoitos terá consumido os 2g da gordura. “Por isso, o melhor jeito do consumidor ter certeza do que está comprando é verificar a lista de ingredientes para checar se não existe gordura vegetal hidrogenada na composição do produto”, ensina a nutricionista.”

Trecho retirado do site: http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/gordura-trans-471120.shtml

Portanto a dica é evitar ao máximo os alimentos industrializados ricos em gorduras trans. Sim, eu sei que eles são os mais deliciosos e irresistíveis, mas vale a pena um esforço para não abusar demais da sua saúde não é mesmo?!


Bookmark e Compartilhe

intolerancia-lactose-leite

Introdução (viver bem sem lactose)

É possível viver bem sem lactose, mas não é tarefa fácil, principalmente se você descobre que vai ter que cortar laticínios deliciosos tipo chocolate branco ou aquele suculento queijo derretido.

Não sou intolerante mas convivo com quem é, e por isso resolvi escrever esse post com o intuito de avisar a quem precisa que dá para viver com qualidade sem depender das vaquinhas.

O que é Intolerância à Lactose?

A intolerância a lactose é quando uma pessoas não consegue digerir produtos a base de leite e seus derivados. A impossibilidade de digerir segue pelo fato da incapacidade do nosso organismo produzir uma enzima chamada lactase ou produzi-la numa quantidade insuficiente. Há pessoas que nascem com esse problema e outras que desenvolvem ao longo da vida.

viva bem sem lactose intolerância a lactose

Saiba que o mundo é feito de leite

Sim é um fato que realmente só é percebido quando você tenta evitar o leite. Muitos alimentos que eu nem imaginava tem leite e consequentemente algum teor de lactose.

Você talvez imagine doces, bolos são alimentos que levam leite. Mas provavelmente você não sabe que muitas marcas de salame, salgados (ex:coxinhas e pasteis), chips (ex:batatinha Ruffles) e até capsulas de medicamentos contém lactose.

Na dificuldade de encontrar alimentos perto de casa e passar horas se frustando lendo rotulos nas prateleiras do supermercados na esperança de achar algo para comer, percebi que a industria indeusa o leite em tudo.

Alimentos a base de soja e o preconceito cultural

O Brasil é segundo maior produtor mundial do grão da soja, que é uma alternativa ao leite, mas os brasileiros evitam ela até mesmo com nojo. Como disse convivo com uma pessoa que tem intolerância e acabei gostando de alimentos a base de soja. Muitos são gostosos e mais saudáveis, por conter menos gordura e sei que leite de vaca da um ótimo gosto aos alimentos.

Mas a reação das maioria das pessoas quando falo que belo leite de soja é cara de nojo, sem ao menos experimentar muitos dizem que é ruim. Como se fosse comida de ET’s. Existem de fato um preconceito que contribui ainda mais na falta de interesse das empresas em investir mais em alimentos que substituem o leite de vaca.

Você realmente tem certeza que não é intolerante?

Você sabia que em torno de 70% da população brasileira apresenta algum nível de intolerância à lactose?

Existem muitas pessoas que não sabem que tem o problema. E as vezes ficam anos e anos sem saber. Se perceber algum desconforto, gases, diarréia após ingerir leite, procure um médico para fazer exames adequados.

 Dicas de alimentos e boas sugestões

Para finalizar vou deixar aqui uma pequena lista de alguns sites sobre o assunto, que ajudam muitas pessoas a viver bem sem lactose.

http://www.semlactose.com/

http://www.diariosemlactose.com/

http://www.semglutensemlactose.com/receitas/

http://vivabemsemlactose.blogspot.com.br/


Bookmark e Compartilhe

comer chocolate

E aí pessoas! Como falei muito nos últimos posts sobre suar a camisa e se esforçar com exercícios, resolvi dar um descanso e adocicar um pouco as ideias trazendo o vilão da obesidade: “O chocolate”. Mas na verdade não é bem por aí. Nem sempre os nutricionistas vão dizer para comer frutas e não comer chocolate. O chocolate consumido de forma moderada e principalmente os do tipo meio-amargo ou amargo, traz inúmeros benéficos para a saúde, bem-estar e até na prevenção de doenças, o que com certeza anima principalmente a mulherada.

Mulher gosta tanto de chocolate que uma vez li que estudos apontam que algumas preferem a sensação prazerosa de consumi-lo do que ter um orgasmo. Deve ser por isso que todo comercial de chocolate parece comercial de preservativo e sempre tem uma mulher viajando e tendo um “orgasmo” com o produto, já repararam? rs

Mas deixando as zueiras nossa de cada dia de lado, vamos ao 4 ótimos motivos para comer chocolate sem tanta culpa. Vamo q Vamo!

  1.  Reduz a pressão arterialEstudos apontam que comer um quadradinho de chocolate amargo diariamente reduz as chances de hipertensão e também há substâncias no chocolate que diminuem a ocorrência de doenças cardiovasculares;
  2. Funciona como anti-inflamatório: Por ser rico numa substância chamada flavonoides que combate  inflamações crônicas.
  3. Te deixa mais feliz: Comer chocolate meio amargo libera serotonina no organismo. O que melhora muito o humor já que a serotonina é uma das substância que traz sensação de felicidade e bem-estar.
  4. É fonte de energia para malhar: Uma boa combinação nessas horas é o famoso achocolatado. Fonte de carboidratos e proteínas que vão te dar um gás antes e depois do exercício.

Segue esse vídeo abaixo que fala sobre algumas verdades e mentiras sobre comer chocolate:

Enfim, como tudo na vida é moderação, sabendo administrar o consumo pode-se sim apreciar doces sem nenhuma dieta radical.

Aliás, eu gostaria de recomendar o meio amargo, pelo simples fato de ele ser mais suave e mais docinho mesmo. Confesso que achei amargo demais esses do tipo 70%, 80% e 90% de cacau. Mas experimente e veja qual é o mais agradável ao seu gosto.


Bookmark e Compartilhe

Fala pessoal! Hoje o assunto é o principal motivo de lotar as academias de musculação, dança, natação, etc. Perder barriga não é tarefa fácil, e não digo isso pelos exercícios físicos serem difíceis. Mas pela disciplina que envolve todo o processo.

perder_barriga

Algumas pessoas tem muitas dúvidas de como conseguir o tão sonhado abdômem sarado. Alguns amigos me perguntam coisas do tipo: “Tenho que fazer muitas abdominais?” Quanto tempo de caminhada?. E a resposta vai muito além do que sim ou não.

Temos que ter em mente que o simples  fato de querer modelar seu corpo deve ser visto como uma nova filosofia de vida. Digo isso porque você deve se preparar psicologicamente. Entender que para realmente perder barriga não se trata de fazer uma coisa e sim de variáveis que vão determinar sucesso ou fracasso.

Mas afinal como perder barriga e quais são essas variaveis?

Fiz uma lista de três dicas fundamentais que eu mesmo procuro sempre seguir quando me exercito, leiam com atenção se você realmente quer ter resultados significativos.

Faça exercícios aeróbicos:

correrParece obvio, mas muitas pessoas esquecem de faze-los. São os principais exercícios que realmente queimam os pneuzinhos. Escolha um ou dois ao seu gosto e comece  logo. Correr, nadar e pular corda são considerados os mais efetivos na hora de perder gordura. A dica é procure alterar as atividades, corra, depois ande num dia no outro pule corda, no outro pratique um esporte. Estudos apontam que variar nas atividades dão novos estímulos ao corpo, fazendo com que ele responda melhor e consequentemente queime mais calorias.

Coma fracionadamente e substitua alimentos

substitua_alimentosA dica é não fique sem comer mais de quatro horas seguidas, procure fazer refeições pequenas (lanches), entre almoço e jantar. Alimente-se fracionadamente pois ajuda a acelerar o metabolismo e consequentemente secar o a barriga. Também não se esqueça de substituir os alimentos, tipo o que? Exemplo: Substitua o chocolate branco pelo amargo (menos gorduras), invés de fritas ovos, carnes e massas, apenas cozinhe. E não vamos deixar de lado as frutas e verduras que além de serem pura saúde, economizam no bolso. Afinal o que é mais em conta comprar um cacho de bananas ou uma caixa de ferrero rocher…rs

Descanse, hidrate-se e faça exércicios anaeróbicos

abdominais_anaerobicosNão adianta se matar de fazer abdominais. A barriga funciona como qualquer outro músculo e precisa de descanso, então nada de querer fazer duzentas repetições. Faça em dias intercalados e procurem sempre dormir bem. Hidrate-se, beba muita água e delete o refrigerante da sua dieta que os resultados com certeza apareceram.

Não existe fórmula milagrosa para perder barriga, na verdade é tudo receita de bolo mesmo, só que digamos o que muda é a quantidade de ingredientes na massa. (intensidade dos exercícios para cada pessoa) Sacou?

 


Bookmark e Compartilhe

Fala Galera! Estamos aí iniciando mais um ano em que todos esperamos sermos melhores e com muita saúde onde muitos prometem praticar esportes e ter uma melhor dieta com um grande copo de refrigerante e salgadinhos super gordurosos em mãos. Pelo menos é o que acontece todo ano!

passagem de ano

Acho uma grande ironia da nossa cultura ver o exagero como sinônimo de fartura nas festas. Aqui em casa mesmo sobrou bastante doces e frituras e sei que resistir a essas tentações é difícil. Por isso sei que você exagerou, talvez com a velha desculpa do “Só Hoje“. Não entendeu? É o seguinte: Você está rodeado de alimentos gostosos para comer e pensa: “vou exagerar, eu sei, mas é só hoje”, afinal ano novo é uma vez no ano. O problema é que você não se lembra que no ano passado falou isso 200 vezes no aniversário do priminho de um ano, na saída para balada, no barzinho com os amigos do trabalho, no natal, na páscoa, no carnaval… Entendeu agora né espertinho?!

E o problema não é comer panetone de chocolate ou tomar cerveja com os amigos na passagem de ano, mas sim mentir para você mesmo o ano todo. E pensando nisso sei que muitos gordinhos estão desesperados. Gente muita calma nessa hora, dá para recuperar o estrago, sempre tem um outro dia. Então vamos às dicas sobre o assunto?

Vamo q vamo!

  • Coma frutas e verduras: Não somente por serem alimentos leves, mas até mesmo por aquela sensação de fazer o certo sabe? Aquela “sensação de desintoxicação” é importante para o psicológico nessas horas;
  • Tome bastante água: Eu falei água e não refresco com adoçantes viu? Principalmente nesse verão de Janeiro que ainda promete regaçar no início desse ano;
  • Faça a bendita da atividade física: Essa daí não tem como escapar não, vê se liga para um amigo(a) que também se sentiu culpado e convença-o a dar uma corrida, kkkkkk…. Uma boa estratégia né!?
  • Coma fracionado: Como falei, sei que sobra comida do final de ano, mas e aí, vai jogar fora? Se abrir a geladeira e colocar a mão onde não devia, pelo menos coma a sobremesa numa pequena porção três horas depois do almoço e não junto… Ok?

Sejamos realistas, exageramos às vezes mesmo, então o jeito é correr atrás e não desanimar, tudo se trata de hábitos e valores e com o tempo você vai até gostar deles, falo por experiência própria.

 

 


Bookmark e Compartilhe